fbpx
O que é capital intelectual
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

O que é capital intelectual de uma organização?

Ao considerar as mudanças no cenário econômico, clientes cada vez mais exigentes, concorrência acirrada e outras mudanças do mundo corporativo, percebe-se que as organizações precisam estar preparadas para enfrentar o mercado. O desenvolvimento do capital humano nas organizações empresariais tornou-se uma fonte de vantagem competitiva, que deve ser encarada como um trunfo mercadológico (EDVINSSON e MALONE, 1998; ANSOFF, 1990).

Com a busca de competitividade e permanência no mercado, o capital humano precisa moldar-se conforme o comportamento de consumo de cada cliente e estar atento às mudanças que ocorrem a todo o momento. Assim, o diferencial competitivo passa a ser os ativos intangíveis das organizações, como gestão do conhecimento, informações qualificadas sobre o mercado em que atua e, sobretudo, sua força de trabalho (DIAS, ZAVAGLIA e CASSAR, 2013).

Por sua vez, os colaboradores das empresas passam a fazer parte de seu patrimônio intangível, fazendo com que novos padrões de relação entre empresa e funcionários surgissem.

Estes colaboradores que trabalham e agregam valor nos produtos e serviços postos no mercado por estas empresas requerem reconhecimento por seu trabalho e engajamento com o crescimento da companhia. Por isso há necessidade de criar métodos quantificáveis que mensurem com exatidão o quanto uma pessoa está compenetrada em exercer seu trabalho, deixando de lado a subjetividade e vieses do avaliador (NASSIF, ANDREASSI e SIMÕES, 2011; DAFT, 2010).

O foco das organizações deve estar em construir capital social voltado às pessoas da organização, melhorando a qualidade da interação entre os funcionários para que estes partilhem de uma perspectiva em comum. Nas organizações, quanto maior o capital social empregado, maior tende a ser a cooperação das pessoas para alcançar as metas e resultados, isto com vias de companheirismo e espírito de equipe.


Referências

ANSOFF, H. I. Do planejamento estratégico à administração estratégica. São Paulo: Editora Atlas, 1990.

DAFT, R. L. Administração. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

DIAS, R.; ZAVAGLIA, T.; CASSAR, M. Introdução à administração. Da competitividade à sustentabildiade. São Paulo: Alínea, 2013.

EDVINSSON, L.; MALONE, M. S. Capital Intelectual: Descobrindo o Valor Real de Sua Empresa pela Identificação de seus Valores Internos. [S.l.]: Makron, 1998.

NASSIF, V. M.; ANDREASSI, T.; SIMÕES, F. Competências empreendedoras: há diferenças entre empreendedores e intraempreendedores? Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 8, n. 3, p. 33-54, mar. 2011.

Gostou do texto? Então, conte com a equipe do Meu Orientador para lhe ajudar com tudo, desde a escolha do seu tema até a sua apresentação e ajustes pós-banca. Nossa equipe ajuda centenas de alunos todos os anos, seja um deles você também. Se precisar de mais dicas, dê uma passada no nosso blog, tenho certeza que você vai gostar bastante!

Um grande abraço da Equipe Meu Orientador.

Algumas postagens deste blog são fragmentos extraídos de Pesquisas Acadêmicas Personalizadas desenvolvidas pela Meu Orientador de acordo com os seus Termos e Condições. Direitos autorais integrais transmitidos, reprodução autorizada, conforme Lei nº 9.610 (Lei dos Direitos Autorais)

newsletter

Top Posts

Ajuda com o trabalho da Facul?

Fale agora com um de

nossos especialistas e tenha

a sua Pesquisa Acadêmica

inédita e livre de plágios!

Mais Artigos

Apresentação de TCC como iniciar?

Como iniciar uma apresentação de TCC?

Parabéns! Se você chegou até esta fase quer dizer que o seu TCC já está aprovado, só falta defendê-lo (e com isso eu quero dizer: apresentar o TCC). Agora falta muito pouco para pegar o diploma da sua Faculdade ou Pós. Aqui vou deixar um exemplo de como você pode iniciar uma apresentação de TCC:
Inicie cumprimentando o professor…

Leia mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.