fbpx
Comentários
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no linkedin

    Para que servem as normas ABNT de trabalhos acadêmicos?

    Depois de escrever todo o seu Trabalho de Conclusão de Curso ainda faltarão as temidas Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Antes de entender o que é a ABNT para trabalhos acadêmicos, é bom saber que a ABNT, além de regulamentar os trabalhos acadêmicos, também regulamenta uma série de outras coisas no Brasil, como os setores da construção civil, pecuária e até vestuário e móveis!

    Mas aqui pra gente, só basta saber que a ABNT regulamenta a forma como os documentos são redigidos. Os documentos que estiverem de acordo com as Normas da ABNT são chamados de documentos padronizados.

    Existem três principais motivos para a padronização:

    • Para garantir a qualidade e a uniformidade;
    • Para torná-los mais fáceis de entender por outras pessoas; e
    • Para torná-los mais fáceis de usar por outras pessoas.

    As dicas para a aplicação da ABNT para o seu TCC vão desde a redação dos títulos, passando pelo tamanho das fotos e até o comprimento das frases.

    As Normas da ABNT são atualizadas periodicamente e é interessante que você tenha em mãos as mais recentes antes de fazer os exames finais. Se o seu curso não oferece um ‘Manual da ABNT’ para consulta, procure, nas bibliotecas de seu curso, um livro chamado ‘Normas da ABNT para documentos tecnicos’. É muito útil!

    Mas não se assuste, geralmente as faculdades e universidades tem um modelo pronto para você seguir (e alguns destes modelos e templates nem seguem fielmente às normas da ABNT). Então, atenção! Verifique com o seu orientador ou orientadora sobre quais normas seguir – ABNT ou o modelo da faculdade.

    Entretanto, além de seguir as normas, a formatação no Word pode ser um grande desafio. Para isso, você pode contar com o Meu Orientador. Temos especialistas em Word, que formatam o seu trabalho por a aprtir de R$ 1,00 por página.

    Conte com a gente! Se tiver dúvidas, entre em contato ou comente esta postagem =)

    Um pouco de história da ABNT

    A ABNT tem sua origem no Brasil, mas é internacional, pois participa ativamente dos fóruns internacionais que discutem o assunto. O Brasil tem representantes na Organização Internacional de Normalização (ISO) em Genebra, na Suíça (http://www.iso. ch), e no International Electrotechnical Commission (IEC) em Genebra, na Suíça (http://www.iec.ch).

    Na origem da ABNT, estão os bastidores do Mercosul. Os principais engenheiros que trabalharam na elaboração das Normas foram: o engenheiro Luiz Carlos Bittar, diretor da Sociedade Brasileira de Normas Técnicas (SBNT), e o engenheiro Augusto Bastos Filho, diretor do Departamento de Engenharia Têxtil da Petrobras. Em 1974 surgiram as normas AISTRO-BRASIL para os documentos técnicos e AISTRO-BELGIUM para dados históricos da Petrobras. Em 1982 surge a norma ABNT NBR 16800 – Índice de Preço de Petróleo Referencial.

    Atualmente, a ABNT reúne mais de 20.000 registros cadastrais (nomes e números de série) de vários métodos tais como: equipamento elétrico, técnicas da construção civil, material de construção, acústica, mecânica e hidráulica. Os registros são obtidos através de processos nacionais e internacionais.

    Todos os tipos de documento técnico, desde os mais simples aos mais complexos, passando pelas normas técnicas abertamente admitidas aprovadas na ABNT (NBR), são listados no banco de dados da ABNT.

    Foi a partir do momento em que as normas foram prontamente aceitas internacionalmente que a ABNT passou a ter um papel tão relevante que foi construído o Sistema Único de Normas (SUN) para atender os requisitos da ISO. As normas internacionais, como as ISO, são obrigatórias para qualquer país interessado na obtenção de certificações internacionais.

    Portanto, a ABNT é uma importante entidade no mundo globalizado, além de eliminar a necessidade de um órgão nacional e as diferenças criando um referencial para todos os países. Tal mecanismo, aliado às facilidades que o comércio internacional oferece, tem levado a uma rápida internacionalização do Brasil.

    Gostou do texto? Então, conte com a equipe do Meu Orientador para lhe ajudar com tudo, desde a escolha do seu tema até a sua apresentação e ajustes pós-banca. Nossa equipe ajuda centenas de alunos todos os anos, seja um deles você também. Se precisar de mais dicas, dê uma passada no nosso blog, tenho certeza que você vai gostar bastante!

    Um grande abraço da Equipe Meu Orientador.

    Algumas postagens deste blog são fragmentos extraídos de Pesquisas Acadêmicas Personalizadas desenvolvidas pela Meu Orientador de acordo com os seus Termos e Condições. Direitos autorais integrais transmitidos, reprodução autorizada, conforme Lei nº 9.610 (Lei dos Direitos Autorais)

    newsletter

    Top Posts

    Ajuda com o trabalho da Facul?

    Fale agora com um de

    nossos especialistas e tenha

    a sua Pesquisa Acadêmica

    inédita e livre de plágios!

    Mais Artigos

    Como escrever um TCC?
    Carlos R. Barbosa

    Como escrever um TCC?

    Ah, o Trabalho de Conclusão de Curso! Ele pode até ser temido, mas é necessário para muitos cursos como requisito obrigatório para colar o grau. “Como fazer um tcc?” – Essa é uma das perguntas mais recorrentes de quem está começando a ficar na dúvida se vai colar ou não o grau.

    Leia mais »
    Fetichismo Jurídico e o Tridimensionalismo de Miguel Reale
    Carlos R. Barbosa

    O que é o Fetichismo Jurídico?

    Não é admissível que em plena era da globalização apenas um positivismo puro seja empregado na resolução dos conflitos que emanam da sociedade, não há que se articular em aplicação dos empoeirados sistemas, que despendem natureza formal e independem de critérios de mérito extrínsecos à Ordem Jurídica.

    Leia mais »

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *